Artigos sobre Access

Artigos sobre Access


ADO/DAO Automação Connection Strings Consultas Controles
Data DoCmd Expressões Filtros Formulários
Funções Geral Macros Matrizes Recordset
Relatórios Segurança SQL Tabelas Validação
VBA XML

ADO/DAO

Escolhendo ADO ou DAO para trabalhar com o Access (Artigo)

Embora ADO forneça uma variedade mais ampla de fontes de dados que o DAO e apresente alguns recursos do mecanismo de banco de dados do Jet 4.0 que não estão disponíveis a partir do DAO, há algumas limitações ao usar ADO para acessar bancos de dados que exigem que você continue a usar DAO

Usando DAO com o Access 2000 ou mais recente (Artigo)

Como evitar a mensagem de erro : “Compile error: User-defined type not defined” na conversão de bancos de dados da versão 97 para 2000.

Topo


Automação

Conectando o Access a uma fonte de dados externa (Artigo)

Há muitas razões para se vincular um banco de dados a uma fonte de dados externa. Uma razão comum é para aumentar a eficiência quando uma equipe de usuários precisam de acesso simultâneo a um banco de dados entre uma rede local. Uma prática comum é para armazenar um arquivo do Access que contém as tabelas de banco de dados em uma pasta compartilhada. Isso é chamado de servidor ou Back-End. Utilizadores individuais, em seguida, tem um banco de dados local do Access armazenado em seu próprio PC que está ligado a este servidor. Cada um desses arquivos de banco de dados local contém todas as formas de acesso, consultas e relatórios e são referidos como Front-End ou do cliente. A lógica subjacente a este conjunto acima é que uma vez dados são baixados do servidor, qualquer processamento que é necessário, em seguida, é possível localmente, libertando assim o servidor para fornecer informações sobre os outro na rede do cliente.

Importando e exportando dados entre o Access e o Excel (Artigo)

Manipular arquivos de texto no Access (Artigo)

No Access é possível ler um arquivo de texto e manipulá-lo usando o VBA. Dependendo de como os dados organizados no arquivo, também é possível tratar o arquivo de texto como uma tabela de dados e usar os métodos padrão para lidar com as tabelas em vez disso. Isso tem uma grande vantagem que você pode usar SQL para filtrar o texto no arquivo. O artigo, mostra algumas maneiras de fazer isso

Modos de usar dados do Access no Excel

Quando você precisar usar o Excel para analisar os dados em um banco de dados do Access, você tem várias opções: você pode copiar e colar os dados, criar uma conexão de dados do Excel ou exportar os dados para um arquivo do Excel. Sua melhor escolha depende o que você quer fazer.

Sistema de Login e Senha no AccessVBA (Artigo)

Trabalhar com os dados de um arquivo texto (Artigo)

Um artigo muito completo sobre as possibilidades de manipulação de arquivos texto através do Access

Mesclar dados usando VBA (Artigo)

Mostra como inserir um documento do Word em um relatório do Access e em seguida preencher o documento com informações do seu banco de dados

Topo


Connection Strings

Connection Strings explicadas (Inglês)

Quando seu aplicativo se conecta a um banco de dados ou um arquivo de dados, o ADO ou ADO.Net utilizam um provedor para fazer o trabalho para você. A seqüência de conexão contém as informações que o provedor precisa saber para ser capaz de estabelecer uma conexão com o banco de dados ou arquivo de dados.

Regras de formatação de Connection Strings

Regras básicas para Connection Strings

Uma maneira fácil de criar strings de conexão OLE DB (Connection Strings) (KB)

Mostra, passo a passo, como criar a Connection String

Topo


Consultas

Calculando porcentagens usando consultas (Artigo)

A partir de uma tabela contendo respostas Sim/Não são criadas consultas para apresentar os resultados como procentagens.

Calcular totais em consultas (Artigo)

Mostra como criar um campo calculado em uma consulta

Calcular um total acumulado com uma consulta (Artigo)

Usando o modo estrutura de uma consulta não é possível criar um total acumulado dos valores de um campo. O artigo mostra como fazer isso usando o modo SQL da consulta.

Concatenando o conteúdo de campos em uma consulta (Artigo)

Mostra como apresentar os valores de campos separados como um único resultado.

Consulta acréscimo :Adicione dados de uma tabela em outra tabela (Artigo)

Usada para adicionar mais dados a uma tabela existente.

Consulta atualização : Automatizando uma consulta com DoCmd.RunSQL (Artigo)

Mostra como criar e executar uma consulta atualização usando a instrução de DoCmd.RunSQL de VBA.

Consulta Atualização: Modificar os dados de uma tabela (Artigo)

Mostra como criar uma consulta atualização no Access

Consulta Exclusão : Remover múltiplos registros com uma … (Artigo)

Mostra qual a função e como construir uma consulta exclusão

Consulta Inner Join : Baseando uma consulta em duas tabelas relacionadas (Artigo)

Mostra como criar uma consulta baseada em duas tabelas relacionadas utilizando o que é conhecido como The Inner Join.

Consulta Outer Join (Artigo)

Usada para conectar duas ou mais tabelas de modo que os resultados da consulta apresentem os dados como se fosse de uma única tabela.

Consulta para seleção de “n” registros de topo (Artigo)

Mostra como selecionar apenas um certo número de registros em uma consulta.

Consulta parâmetro : Como criar (Artigo)

Consultas parâmetro são uma ótima maneira de adicionar interatividade ao seu banco de dados do Access. Em vez de inserir um critério de consulta fixo no modo Estrutura da consulta, podemos inserir uma pergunta que pede ao utilizador para introduzir os critérios em uma caixa de diálogo quando a consulta é executada.

Consultas muito complexas (Artigo)

Mostra como evitar que a cláusula WHERE seja reescrita automaticamente numa consulta e em função disso você receba a mensagem de consulta muito complexa.

Eliminando registros duplicados com o assistente de consulta (Artigo)

O que é uma consulta Parâmetro ? (Artigo)

Mostra como construir uma consulta parâmetro.

Previsão para respostas nulas em consultas parâmetro (MSDN)

Técnica para obter registros quando o usuário não digita nada numa caixa de diálogo de parâmetros de uma consulta.

Relacionando uma tabela a si mesma (MSDN)

Mostra como usar mais de uma cópia de uma tabela em uma consulta

Subconsultas : Como criar e utilizar (KB)

Uma subconsulta é uma consulta seleção dentro de outra consulta seleção ou ação que atua como um critério para um campo. Uma subconsulta pode se referir a uma tabela que faz parte da consulta atual ou para uma tabela que não faz parte da consulta atual. Não há suporte para consultas de tabela de referência cruzada e união como subconsultas.

Subconsultas : Resolvendo problemas com … (Artigo)

Mostra como evitar os erros mais comuns na criação de subconsultas

Subconsultas : Técnicas para subconsultas no Access (MSDN)

Mostra o uso de subconsultas para calcular intervalos de valores

Subconsultas no Access (Artigo)

Arquivo PDF mostrando várias alternativas de criação de subconsultas

Subconsultas no Access (Artigo)

Mostra uma alternativa ao uso de subconsultas através da introdução de outras consultas em uma única consulta

Subconsultas SQL (MSDN)

Mostra a sintaxe para subconsultas

Subconsultas SQL no Access (Artigo)

Mostra como introduzir uma subconsulta no modo estrutura de uma consulta

Subconsultas: Aninhando uma consulta dentro de outra consulta ou em uma expressão (Artigo)

Mostra como usar os resultados de uma consulta como um campo em outra consulta
Usar uma subconsulta como um critério para um campo de consulta

Trabalhando com datas em consultas do Access (Artigo)

Mostra como :
– fazer cálculos com datas
– usar funções de data

Usando a função IIf (Artigo)

Mostra como introduzir uma função IIf em uma consulta

Usando campos calculados em consultas (Artigo)

Usando campos calculados em consultas e relatórios (Artigo)

Usando consultas para produzir resumos de dados (Artigo)

Usando o operador “Like” (Como) para encontrar padrões entre strings (Artigo)

Usando um formulário não acoplado para obter parâmetros de uma consulta (Artigo)

Usando uma consulta Atualização para ajustar o valor de um campo (Artigo)

Usando uma consulta de referência cruzada para resumir dados (Artigo)

Usar consultas UNION para combinar dados em campos únicos (MSDN)

Mostra o uso de consultas UNION para inserir dados de origens diferentes em um único campo

Uso de critérios em consultas (Artigo)

Mostra como trabalhar com:
– texto
– data
– caracteres curinga
– números
– o operador NOT
– campos vazios

Critério de consulta – Parte 1 : Seja específico

As consultas são uma parte fundamental do desenvolvimento e a utilização de qualquer banco de dados. Além de fornecer uma maneira de fazer alterações em massa nos seus dados, elas são como você fazer perguntas sobre os dados.

Critério de consulta – Parte 2 : Usando caracteres curinga

Existem dez caracteres curinga, mas apenas cinco podem ser usados em qualquer banco de dados. Cinco deles encontrar um padrão conhecido como ANSI-89, e os outros cinco atendem ao padrão de ANSI-92; cada banco de dados oferece suporte a um padrão ou outro, mas não ambos. Você pode definir uma opção para especificar qual padrão de ANSI para usar.

Critério de consulta – Parte 3 : Parâmetro fornecido pelo usuário

Como fornecer parâmetros para uma consulta em tempo de execução

Mostrando campos relacionados em uma consulta de total (MSDN)

Mostra como estabelcer relacionamentos que mostram os registros associados a uma consulta total.

Determinando o segundo maior ou menor valor de um grupo através de uma consulta (MSDN)

Usa um conjunto de consultas para obter o segundo maior ou menor valor de uma lista de valores.

Mensagem de erro quando você usa a função CDec() em uma consulta do Access (Artigo)

Mostra como contornar o erro quando você tenta usar a função CDec () em uma consulta

Topo


Controles

Acelerando caixas de combinação (Artigo)

Algumas dicas de como melhorar o desempenho das suas caixas de combinação

Adicionar “Todos” em uma caixa de combinação não acoplada (MSDN)

Como adicionar “Todos” em uma caixa de combinação não acoplada.

Como recuperar os itens selecionados em uma Caixa de listagem de seleção múltipla como uma cadeia de caracteres delimitada por vírgulas (Artigo)

No Microsoft Access, o valor da propriedade MultiSelect da caixa de listagem em um formulário ou em um relatório determina se uma caixa de listagem é uma caixa de listagem de seleção única ou de seleção múltipla. Em uma caixa de listagem de seleção múltipla, é possível selecionar mais de um item ao mesmo tempo.

Como trabalhar com “rich text” no Access 2007 e 2010 (Artigo)

Controles calculados (Artigo)

Mostra como criar um campo calculado e inserir a expressão de cálculo no campo.

Filtrando com caixas de combinação (Artigo)

Mostra como criar um filtro em uma caixa de combinação a partir dos dados de outra caixa de combinação.

Formatando uma caixa de combinação (Artigo)

Mostra como personalizar todas as opções uma caixa de combinação.

Habilitando e desabilitando um controle de um formulário usando VBA (Artigo)

Mostra como habilitar ou não um controle dependendo de uma determinada condição dos dados de um formulário.

Lidar com uma entrada “Not In List” de uma caixa de combinação (Artigo)

Mostra como inserir um novo item em uma caixa de combinação que tem um evento “Se não estiver na lista” (Not in list)

Referindo-se a colunas em uma caixa de combinação (Artigo)

Mostra a sintaxe para colunas de caixas de combinação

Usando uma caixa de combinação para procurar um registro (Artigo)

Como usar uma caixa de combinação para encontrar um registro em um formulário.

Controles não mostram as dicas sobre controles

Isso pode ocorrer quando eles estão circundados por um retângulo

Topo


Data

5 exemplos de uso da função data no Access

Funções de data do Microsoft Access são uma maneira poderosa para recuperar e analisar dados em seus bancos de dados do Access, mas muito poucos usuários sabem sobre essas funções ou como usá-los. Neste artigo, descrevo algumas maneiras que você pode utilizar funções de data do Microsoft Access em seus bancos de dados do Access 2007 e o Access 2010.

Topo


DoCmd

DoCmd AddMenu (Artigo)

DoCmd ApplyFilter para tabelas, formulários e relatórios (Artigo)

DoCmd CancelEvent (Artigo)

DoCmd Close (Artigo)

Docmd CopyObject (Artigo)

Docmd DeleteObject (Artigo)

DoCmd Exemplos (Artigo)

Docmd FindNext (Artigo)

Docmd FindRecord (Artigo)

Docmd GotoControl (Artigo)

Docmd HourGlass (Artigo)

DoCmd Maximize, Minimize, Restore (Artigo)

Docmd OpenForm (Artigo)

DoCmd OpenQuery (Artigo)

DoCmd OpenReport (Artigo)

Docmd TransferDatabase (Artigo)

Topo


Expressões

Criar uma expressão (Artigo)

Este artigo explica como criar e usar expressões no Microsoft Office Access 2007. Ele fornece informações base sobre expressões – o que são, porque e como usá-las. Além disso, este artigo explica como criar expressões a partir do início e usando uma ferramenta denominada Construtor de Expressões.

Um guia para a sintaxe de expressões (Artigo)

Ao usar o Access 2007, você encontrará situações nas quais precisará trabalhar com valores que não residem diretamente em seus dados.
Para usar expressões, primeiro é necessário escrevê-las usando a sintaxe apropriada. Sintaxe é o conjunto de regras pelas quais as palavras e símbolos em uma expressão são combinados corretamente.

Como escrever expressões para consultas, formulários e relatórios na WEB (2010)

Expressões são usadas em várias oportunidades no Access. Antes da versão 2010, o modo de escreve-las era sempre o mesmo. Com o Access 2010 as coisas são um pouco diferentes.

Topo


Filtros

A propriedade Filter (Artigo)

Mostra como usar a propriedade Filter

Filtrando dados (Artigo)

Lista de artigos sobre filtragem de dados

Filtro: limite o número de registros em um modo de exibição (Artigo)

Para encontrar um ou mais registros específicos em um formulário ou imprimir determinados registros de um relatório, uma tabela ou consulta, você pode usar um filtro. Um filtro limita a exibição de dados a registros específicos sem que seja necessário alterar o design da consulta, do formulário ou do relatório de base.

Trabalhe com filtros no Access (Português)

Mostra como criar e utilizar filtros nas versões 2007/2010 do Access

Usando uma caixa de combinação que pesquisa enquanto você digita (2007)

Aqui está um truque que você pode usar para filtrar um formulário contínuo enquanto os usuários estão digitando em uma caixa de combinação.

Topo


Formulários

Como abrir automaticamente um formulário ao se abrir o Access (Artigo)

Para versões 2007/2010

Como alterar a ordem das colunas em um gráfico (Artigo)

Por padrão, um gráfico classifica os campos do eixo x em ordem alfabética ou numérica. Este artigo descreve dois métodos que você pode usar para classificar os campos do eixo x em uma ordem diferente.

Como controlar a forma como o usuário fecha um formulário

Este artigo mostra como impedir que o usuário fechar um formulário pressionando ALT F4.

Controlar formatos de entrada de dados com máscaras de entrada (Artigo)

Quando vários usuários inserem dados no seu banco de dados, você pode definir como eles devem inserir dados em campos específicos para ajudar a manter a consistência e tornar seu banco de dados mais fácil de gerenciar.. É possível definir um formato específico para a máscara de entrada e selecionar outro formato para que os mesmos dados sejam exibidos de forma diferente.
Este artigo ajudará você a aprender mais sobre máscaras de entrada, quando usá-las e como criá-las.

Criando um formulário de diálogo (Artigo)

Como criar um formulário que funciona como caixa de diálogo personalizada

Criando um formulário para um relacionamento Muitos para Muitos (Artigo)

Mostra como estabelecer o relacionamento muitos para muitos entre um formulário e um subformulário

Mostrar porcentagens graficamente em formulários e relatórios (Artigo)

Simula uma barra de progresso em um campo

Quando usar um formulário acoplado e um não acoplado ?

O autor mostra quando é mais conveniente e quais as vantagens e desvantagens de se usar um formulário acoplado ou não.

Referindo-se a itens de um Subformulário (Artigo)

Refresh ou Requery ? (Artigo)

Muitos desenvolvedores iniciantes têm dificuldade em compreender a diferença entre Me.Refresh e Me.Requery. O artigo mostra as diferenças entre os dois.
Aborda ainda, Repaint e Recalc

Regras gerais para acelerar o carregamento de formulários (Artigo)

Em todas as versões do Access a questão da velocidade de carregamento do formulário é fundamental para o desempenho do aplicativo. Eis aqui algumas regras gerais para maximizar a velocidade de carregamento do formulário e minimizando o tempo de carga:

Subformulários – Vendo o relacionamento Um para Muitos em ação (Artigo)

Totais e subtotais em formulários (Artigo)

Ter totais na parte inferior de um subformulário contínuo é um padrão de programação em Microsoft Access. No entanto, criar totais no formulário principal é um pouco mais complicado de implementar. O artigo mostra como fazer isso.

Usando Guias para organizar a apresentação do formulário (Artigo)

O controle guia é um tipo de controle de formulário usado para ajudar a apresentação e aumentar a facilidade de utilização. Nelas você pode colocar caixas de texto ou outros controles de modo a permitir separar os campos em nossos formulários, exibindo um grupo por vez.

Usando um hyperlink de um subformulário para abrir um formulário em um registro específico (Artigo)

Imagine um cenário onde você está olhando um registro exibido em um formulário. O formulário contém um subformulário, exibindo um número de registros relacionados, resumidos no modo folha de dados. Esta dica mostra como podemos abrir um novo formulário em um registro específico quando clicamos em um link específico no subformulário.

Topo


Funções

Calculando uma data futura usando a função DateAdd (Artigo)

Mostra como criar um campo calculado para a data futura e como aplicar a função com código VBA

Encontrando os valores Máximo e Mínimo com as funções DMax / DMin (Artigo)

Mostra como usar a função no VBA

Função Choose (Artigo)

Você já teve que criar vários relatórios que eram quase idênticos, mas tinham ordem diferente para as colunas e a ordem de classificação diferente? Muitos desses relatórios podem ser feitos de uma combinação inteligente de relatório e consulta com o comando Access: Choose

Função Desvio padrão (Artigo)

Mostra como usar a função

Função DMax / DMin (Artigo)

Mostra como localizar os valores máximo e mínimo de uma série de valores.

Funções Data (Recomendado)

Para as principais funções que envolvem datas, mostra:
– Sintaxe
– Uso como origem do controle; em consultas; em funções definidas pelo usuário; como valor padrão de um campo
– Aplicação das funções para calcular datas específicas (1º dia da semana ….)

Funções de domínio agregado (Artigo)

Mostra para que servem e onde usar.

Funções internas do Access (Artigo)

Lista das principais funções relativas a:
– Datas
– Numéricas
– Strings (texto)
– Domínio agregado

Manipulando datas com a função DatePart (Artigo)

Mostra como usar a função como auxiliar na agregação de dados relativos a datas (meses, anos …)

Qual a diferença entre uma Sub e uma Função (Artigo)

Uma explicação simples e clara

Usando a função DLookUp (Artigo)

Mostra para que serve e como usar a função;
Por exemplo, a função DLookUp permite pesquisar o valor de um campo de uma tabela que não faz parte da origem do registro de um formulário.

Usando a função DSum (Artigo)

Mostra como usar a função para obter totais e aplicá-los em campos calculados.

Topo


Geral

Aprenda as diferenças entre Is Null e IsNull() no Access (Inglês)

Mostra como evitar erros devido a valores Null

Backup dos objetos do Access (Artigo)

Mostra o procedimento para fazer o backup

Banco de dados danificado – Resgate de dados (Artigo)

Mantenha a calma e leia o artigo !

Colocar uma opção de compactação de seu banco de dados no menu de contexto (Artigo)

Mostra como fazer isso.

Como criar um arquivo mde (Artigo)

Instruções para …

Como usar os novos tipos de campo do Access 2007/2010

Se você está hesitante em usar o campo de vários valores de formato accdb, leia esta introdução para o recurso. Ele pode ajudá-lo a fazer a sua decisão. Access 2007 tem uma nova função – pode armazenar vários valores em um campo. Essa capacidade é um pouco confusa, uma vez que armazenar vários valores em um campo viola normalização (que permite que apenas um valor por campo). Campos de valores múltiplos permitem que os usuários selecionar e armazenar mais de um valor ou escolha, em resposta à mesma pergunta ou controle. Por exemplo, se vários funcionários estão trabalhando no mesmo projeto, você pode armazenar todos os nomes no mesmo campo. Na verdade, o usuário realmente fazendo a escolha não vai notar a diferença – somente o criador vai saber sobre o atributo de nível de tabela.

Dependência entre objetos (2007/10)

A maioria dos formulários têm uma tabela ou consulta objeto como uma fonte de registro.O mesmo é verdadeiro quando uma consulta depende de uma tabela ou tabelas, ou um formulário depende de um outro formulárioa usado como um subformulário. Um banco de dados está cheio dessas dependências de objeto inter-relacionados que, em sistemas maiores, podem se tornar bastante complexas.
O artigo mostra como usar o painel de dependência de objetos.

Dividir seu banco de dados entre dados e aplicação (Artigo)

Explica porque e como dividir seu banco de dados em FrontEnd e BackEnd

Guia de desenvolvimento de interfaces (Artigo)

Procure : User Interface Guidelines
Algumas orientações para tornar seus aplicativos mais bonitos e eficiêntes.

O operador “Not” no Access (Artigo)

Mostra o uso do Not e uma consulta

O que é NULO ? (Artigo)

Explica o queo o Null; algumas de suas peculariedades; como é possível detectá-lo e como transformá-lo em algo menos abstrato (função Nz)

Qual a diferença entre as propriedades “Value” e “Text” (Artigo)

Uma coisa é o que você está vendo no campo, outra é o valor que está salvo na sua tabela.

Qual a diferença entre Empty, False, Missing, Null, Nothing, vbNullString, Zero,e “zero length string” (Artigo)

Mostra as diferenças e apresenta alguns exemplos em VBA

Trabalhando Strings no Visual Basic (Artigo)

Mostra como usar aspas; operadores para concatenação e funções ligadas a strings

História do Access

O Access tem futuro ?

Topo


Macros

Como adicionar um novo registro em uma caixa de combinação com um clique duplo (Artigo)

Descreve como configurar uma macro para que você possa adicionar novos valores em uma caixa de combinação.

Como criar um loop Do While e Do Until com uma macro (Artigo)

Como criar uma mensagem “Por favor, aguarde” (Artigo)

Macros ou VBA ?

Embora alguns usuários achem as macros simples e fáceis de usar, existem algumas limitações importantes para usá-las.
O artigo discute essas limitações.

Topo


Matrizes

Simplifique seu código usando variáveis matriz ( Array Variables) (Artigo)

O que é ?
Uma matriz VBA é simplesmente um conjunto fixo de elementos variáveis que compartilham o mesmo tipo de dados e nome. O truque é que o VBA trata este grupo como uma única variável. Na verdade, a única diferença real entre uma matriz e uma variável normal é que a matriz tem um índice. Os valores de índice que VBA identificar elementos individuais armazenados na matriz. Por exemplo, uma matriz pode conter três variáveis e seus valores de índice respectivo seria 0, 1 e 2.
Quando usar ?
Sempre que você encontrar-se um loop através do mesmo código para pegar diferentes variáveis, você deve considerar uma matriz para armazenar essas variáveis. Você provavelmente vai reduzir a quantidade de código que você precisa, e muito provavelmente os resultados finais serão mais eficazes do que uma solução não-matriz.

Topo


Recordset

Acessando dados com código VBA – Introdução ao Recordset DAO (Artigo)

Mostra como podemos usar código do VBA para acessar os dados armazenados em nosso banco de dados. Isto significa ser capaz de adicionar, localizar, editar ou excluir registros.

Acessando valores de campos em Recordsets (Artigo)

Mostra 4 métodos para acessar o valor de um campo com recordsets

Atualização em ambiente multi-usuário (Artigo)

A atualização de dados em um ambiente multi-usuário no Microsoft Access deve ser capaz de levar em conta o bloqueio de registros de dados. Edições via Recordset devem usar tratamento de erro para evitar a perda de dados durante a atualização de registros que podem ser bloqueados por outros usuários do banco de dados.
Acompanha um exemplo

Topo


Relatórios

Adicionado um grupo e classificando um relatório (Artigo)

Agrupe e classifique seu relatório para torná-lo mais fácil de ler.

Agrupando totais de campos personalizados em um relatório (Artigo)

Como incorporar um objeto bitmap em um relatório em tempo de execução (Artigo)

Este artigo mostra como usar o código para inserir uma imagem de bitmap em um relatório em tempo de execução

Como manter um subrelatório junto em uma página (Artigo)

Ao criar um relatório que contém um ou mais sub-relatórios, pode haver casos em que o número de dados do subrelatório é tão grande que ele ocupará mais de uma página; com os cabeçalhos e uma porção de detalhes em uma única página e detalhes adicionais em outra página.
O artigo mostra como contornar esse problema.

Contador de linhas de um relatório (Artigo)

Mostra como inserir nº de linhas em um relatório

Filtrando relatórios usando a propriedade Filtro (Artigo)

Como criar um formulário que filtra os resultados de um relatório

Função de domínio agregado em relatórios (totais) (Artigo)

A mesma função de domínio agregado irá retornar resultados diferentes no mesmo relatório dependendo da posição em que é colocada. É importante que você entenda como posicionamento determina como a função avalia os valores em um relatório do Access.

Imagens gráficas em relatórios (Artigo)

Mostra como adicionar imagens grandes em relatórios em tempo de execução para evitar que o tamanho do relatório fique muito grande.

Relatório da tabela de referência cruzada (Artigo)

Mostra como é possível reutilizar a definição de um relatório criado a partir de uma consulta de referência cruzada mudando seus rótulos e campos quando necessário.

Uma maneira melhor de preencher uma caixa de listagem com os nomes dos relatórios (Artigo)

Procure na página 4
A Better Way to Fill an Access Listbox With Report Names

Usando consultas de referência cruzada em relatórios (2007)

Um banco de dados bem projetado armazena dados em um formato normalizado com datas definidas em um campo para que novos dados sejam adicionados simplesmente como registros adicionais. No entanto, as pessoas querem ver dados com datas agrupadas por colunas. Isso pode ser feito usando uma consulta de tabela de referência cruzada. No entanto, ao criar relatórios baseados em consultas de tabela de referência cruzada, precisamos controlar os nomes de coluna específicas que são retornados pela consulta. Caso contrário, o relatório não pode não referir-se aos campos da consulta

Usando formatação condicional em um relatório (Artigo)

A formatação condicional permite destacar resultados em um relatório.
O artigo mostra como.

Usando VBA para filtrar os resultados de um relatório (Artigo)

Mostra como usar VBA para filtrar, a partir de um formulário, os resultados de um relatório.

Topo


Segurança

Segurança no Microsoft Access (MSDN)

Discute as opções de segurança do Access

Segurança nos bancos de dados do Access (Castelhano)

Discute as opções de segurança do Access

Topo


SQL

Cláusula “Group By” na SQL (Artigo)

Cláusula Group é um comando de consulta usado para combinar dados baseados em valores de campos de uma tabela. A cláusula Group By é mais frequentemente usada em combinação com uma ou mais funções de agregação

Cláusula “Order by” na SQL (Artigo)

Mostra como classificar um formulário ou relatório em campos diferentes, dependendo da seleção do usuário.

Como usar uma SQL como fonte de registros para um formulário (Artigo)

Este artigo mostra como usar uma consulta SQL de passagem SQL como fonte de registros de um formulário. Ele pressupõe que você saiba como construir e usar consultas de passagem.

Construindo uma SQL com VBA (Recomendado)

Construir uma instrução SQL nem sempre é um processo simples.
O artigo mostra como lidar com:
Parte 1
– concatenação da string
– uso de delimitadores
– uso de datas fora do padrão norte-americano
Parte 2
– fazer referência a controles

Consultas no Access usando o modo SQL (Artigo)

Mostra algumas particulariedades da sintaxe SQL

Funções SQL de domínio agregado (Artigo)

Mostra como usar funções de domínio agregado em instruções SQL

Instrução Insert Into – SQL (Artigo)

A instrução “Insert into” de uma SQL é usada para adicionar novos registros em uma tabela.
É o correspondente a uma consulta acréscimo

Obter os registros que pertencem a um determinado intervalo (Artigo)

Mostra como criar uma SQL que seleciona datas que se sobrepõe a um determinado intervalo

Predicados da SQL (Artigo)

Predicado é o que vem depois da instrução Select (All, Distinctrow …)

Salvar como consulta X Usar a SQL (Artigo)

Mostra quando vale a pena criar uma SQL e quando é melhor usar uma consulta salva

Sintaxe SQL básica para consultas do Access (Artigo)

SQL – Cláusula HAVING (Artigo)

SQL cláusula having é uma função do SQL usada em conjunto com a cláusula Group By para restringir os registros recuperados com base em critérios aplicados para os valores de uma função de agregação definidos na consulta.

SQL com parâmetros (Artigo)

Mostra como escrever critérios em uma SQL

SQL JOIN (Artigo)

Mostra os diversos tipos de JOIN usados em uma SQL

SQL Select (Artigo)

Mostra como é a sintaxe básica de uma SQL

SQL Self Join (Artigo)

Subconsultas SQL (Artigo)

Mostra como criar subconsultas com SQL

Topo


Tabelas

Como criar tabelas no Access

Criar tabelas relacionais no Access é a fase mais importante de um banco de dados relacional. Um design de tabela profissional irá resultar em um banco de dados que irá armazenar mais dados, durar mais tempo e com suporte a usuários mais fácil.
Se você estiver criando um banco de dados simple ou complexos – um design de tabela relacional profissional não leva muito mais tempo e irá resultar em um banco de dados eficiente

Como deletar registros duplicados de uma tabela (Artigo)

Este artigo descreve como você pode remover registros duplicados de uma tabela usando chaves primárias

Como editar dados de hyperlink em uma tabela (Artigo)

Você não pode editar as informações em um campo de hiperlink em uma tabela, clicando no link, porque o que ativa o link. Este artigo descreve as diferentes partes de um tipo de dados hiperlink e mostra vários métodos que você pode usar para editar um campo de hiperlink.

Definir o relacionamento entre tabelas (Artigo)

Descreve os tipos de rtelacionamentos possíveis entre tabelas e como montar esses relacionamentos em um banco de dados.

Links para tabelas externas (Artigo)

Usar um link para uma tabela externa é um truque que permite renunciar a necessidade de permanentemente vincular tabelas entre um front-end e back-end na instalação de bancos de dados do Access.

O relacionamento Muitos para Muitos (Recomendado)

Fundamental para entender esse relacionamento

O relacionamento Um para Muitos (Recomendado)

Você deve ter ouvid falar de ‘Banco de dados relacional’, mas talvez não entenda o que isso significa. Se este for o seu caso, este artigo coloca você no caminho certo para penetrar o significado do termo.
Fundamental para quem está começando a trabalhar com o Access

Personalizar Autonumeração e números sequenciais (Artigo)

Como gerar seu próprio autonumerador

Relacionamento muitos para muitos (many-to-many) (Artigo)

Dados relacionais são como esse quebra-cabeça, exceto por uma coisa: o Access sabe exatamente que o registro corresponde ao outro e juntar as peças é um processo quase instantâneo. Relacionamentos de fazem tudo acontecer nos bastidores.

Simplifique sua rotina de erros quando criar ou excluir tabelas (MSDN)

Rotina de erro para quando se vai criar ou deletar uma tabela

Sugestões para o desenho de tabelas (Artigo)

O que você deve fazer para criar tabelas bem estruturadas

Topo


Validação

Regras de validação (Recomendado)

Regras de validação impedem que dados incorretos sejam salvos em sua tabela. Basicamente, eles se parecem com critérios em uma consulta. Você pode criar uma regra para um campo ou para uma tabela.
Este artigo explica como e quando usar as regras de validação.
Recomendado !!!!!!!!!!!!!!

Confirmar mudanças usando o evento Antes de atualizar (Artigo)

Ao criar a interface de usuário no Microsoft Access, o programador deve se preocupar em simplificar o processo de entrada de dados, impedir a entrada de dados incorretos ou pedir a confirmação, quando foram feitas alterações nos dados existentes. Este artigo concentra-se nas alterações feitas aos dados existentes e fornece o usuário com uma opção de confirmação ao modificar dados em um formulário do Microsoft Access.

Controle de entrada de dados com máscaras de entrada

Quando você tem várias pessoas inserindo dados no banco de dados, você pode definir como os usuários devem inserir dados em campos específicos para ajudar a manter a coerência e para tornar mais fácil de gerenciar seu banco de dados.

Criar uma regra de validação para dados em um campo (Artigo)

Este artigo explica como adicionar regras de validação em um banco de dados. Regras de validação restringem o que os usuários podem inserir em um determinado campo.

Formulários não acoplados usados para controle e validação de dados (Artigo)

Formulários não acoplados são usados por nossos programadores para criar um formulário em que são necessárias muitas validações de campo e um melhor controle da movimentação do usuário. Formulários vinculados pode dificultar controle fino da navegação no campo.

Modos de validar dados no Access (Artigo)

Mostra as várias possibilidades de validação de dados no Access

Regras de validação de campos em formulários (Artigo)

Mostra como manter os dados consistentes e impedir que o usuário cometa erros que corrompem o banco de dados.

Restringir e validar dados (MSDN)

Técnicas de validação de dados

Use uma regra de validação ao invés da propriedade requerido (Artigo)

Mostra como usar a instrução Is Not Null para substituir a propriedade Requerido de um campo e dessa maneira fornecer uma mensagem mais amigável ao usuário.

Validação de dados em formulários usando VBA (Artigo)

Mostra como usar VBA para validação de dados

Validar um campo (Artigo)

Técnicas de validação de campo e registro

Topo


VBA

Adicinando “Option Explicit” ao seu código (Artigo)

Mostra onde configurar o Access para que as variáveis do seu módulo tenham que ser sempre declaradas

Adicionando tratamento de erros em seu código (Artigo)

Mostra como construir o código de manipulação de erros no seus módulos.
(Se você quiser evitar esta chatice, existem Add-Ins que fazem isto automaticamente – Veja na página : Utilitários)

Aspas (‘) e Aspas duplas (“) – Onde e quando usar (Artigo)

Como trabalhar com aspas em uma expressão

Depuração de código VBA (Artigo)

Mostra como usar as opções de depuração de código da janela VBE

Depuração em VBA (Artigo)

Mostra com detalhes como usar as opções de depuração de código no VBE

Dicas e técnicas de manipulação de erros e depuração para o Microsoft Access (Recomendado)

Discute as técnicas de depuração de código.
O autor vai fundo no assunto

Mantendo a integridade do código compilado em VBA no seu banco de dados (Artigo)

Você sabia ?
Ao compilar seu código VBA, os códigos que foram deletados no edittor do Visual Basic não são eliminados na compilação. Eles são marcados como não usados.
O artigo mostra como fazer uma faxina completa no seu banco de dados. Um bom procedimento a fazer antes de fazer a distribuição do seu aplicativo.

Salvando memória ao escrever código VBA (Artigo)

Alguns procedimentos úteis para criar um código bem escrito.

Seu primeiro VBA (Artigo)

A gente nunca esquece…

Sua primeira função (Artigo)

A gente nunca esquece …

Técnicas de depuração (Artigo)

Uma visão rápida sobre técnicas de depuração

Usando a Janela de verificação imediata (Artigo)

Para que serve e como usar

VBA/Access como linguagem de programação

Extrato :
Tem se falado muito sobre a performance dos sistemas desenvolvidos em Access e a consistência dos dados. Muitos programadores de outras linguagens depreciam o Access, dizendo que o mesmo foi feito para principiantes, que é uma brincadeira de criança, devido à aparente facilidade de se desenvolver um sistema nele.

Vida útil de variáveis no Access (Artigo)

Mostra as diferenças de disponibilidade das diferentes variáveis do Access

Topo


XML

Exportando “Access schema” com XML (Artigo)

Importando e exportando para XML (MSDN)

Descreve os métodos ImportXML e ExportXML no Microsoft Access 2002

Substituindo caracteres especiais na XML

Topo


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: